Saber Educar: A educação continua fora da escola

Prover para os filhos não significa somente sustentá-los financeiramente, mas sim envolver-se em todo o processo de aprendizado e crescimento. E isto se aplica tanto para o desenvolvimento deles em casa quanto na escola. Muitas vezes vemos pais que deixam repousar sobre os educadores a responsabilidade do aprendizado da criança, mas vemos que os casos mais bem-sucedidos são quando pais e educadores trabalham juntos pela educação.

Para que os professores possam atingir a criança e conseguir ensinar algo a ela é preciso que a criança esteja aberta à experiência. Geralmente crianças não têm uma opinião muito formada sobre as coisas, mas elas tendem a seguir os seus modelos – que normalmente são os pais – para aceitar ou rejeitar coisas. Portanto até os mínimos detalhes de como a família se refere à escola pode influenciar a criança. Evite fazer comentários ruins sobre a escola em frente ao seu filho e ao invés de usar frases como “você deve ir à escola todos os dias” tente “que bom que você é criança e pode ir à escola todos os dias”. Em tornar a ideia de ir a escola uma coisa boa fará com que seu filho goste e aproveite essa experiência. Lembre-se sempre de dizer coisas positivas ao deixar seus filhos na escola e de perguntar como foi o dia quando ele retornar à casa. Tente fazer com que a criança fale e identifique o que aprendeu, isso reforçará um conteúdo e você vai se impressionar com tantas coisas interessantes eles aprendem a cada dia!

Nunca associe a hora da lição de casa com um momento de castigo. Se a criança merece um castigo, ela pode ter que ficar uns minutinhos sentada no canto, mas nunca os obrigue a fazer os deveres como forma de castigo, pois, assim como comentários negativos a cerca da escola, a criança irá associar o dever de casa como um momento ruim, com a culpa de ter feito algo errado, uma punição, tornando esse momento uma tortura tanto para os pais quanto para criança. Uma criança não pode apenas estudar, tem que ter seus momentos lúdicos de brincadeira, assim, você pode dar ao seu filho um elemento de escolha sobre suas atividades perguntando “o que você quer fazer primeiro hoje, lição de casa ou brincar com o vizinho?” Estimule seu filho a fazer as tarefas sozinho, mas mostre que você está disponível a ajudá-lo caso precise.

Vá a escola, converse com os professores, saiba o que está acontecendo na sala de aula, esteja aberto a ouvir e a pensar junto com o professor qual a melhor abordagem para lidar com um problema. Saiba ouvir críticas e entender quando o seu filho pode estar com problemas, respeite a opinião do professor e em conjunto vocês conseguirão lidar melhor com o que estiver acontecendo. Pois se uma atitude não é aceita em sala de aula como desrespeitar os coleguinhas, esta mesma atitude não poderá ser aceita em casa, é mantendo uma constância e coerência que as crianças poderão entender as regras sociais.

Colabore com educadores, e todos ganharão com uma educação de qualidade para as crianças!

Fonte: Portal da Família

Deixe um comentário