Cordel em sala de aula valoriza os saberes tradicionais

Home/Colégio/Cordel em sala de aula valoriza os saberes tradicionais

Cordel em sala de aula valoriza os saberes tradicionais

            A turma do 3º Ano D do Ensino Fundamental I do Instituto Nossa Senhora da Glória – INSG/Castelo, da professora Simoni Monteiro, fez um estudo sobre o gênero textual Cordel, proposta das autoras da Coleção Nautas, nas disciplinas de Língua Portuguesa e Literatura com a colaboração especial da mãe do aluno Gabriel Andrade e professora de Educação Física, Marina Andrade.

            Segundo Simoni, a Marina conduziu o estudo de forma dinâmica e criativa pela Plataforma Microsoft Teams, levando os estudantes à produção de um belíssimo cordel sobre o Colégio Castelo, utilizando o material didático e a pesquisa online.

            Os alunos aprenderam as características principais do Cordel como o relato, as rimas, os ritmos, as estrofes, a musicalidade, os versos e a simplicidade. Este tipo de gênero textual descreve eventos históricos, artísticos e/ou folclóricos e pode ser acompanhado de ilustrações no estilo xilogravura, técnica em que as gravuras são entalhadas na madeira e depois estampadas no papel.

            O objetivo da aula foi proporcionar a apreciação do Cordel e reconhecer sua importância para a literatura nacional, bem como valorizar a cultura brasileira, reconhecer a literatura de cordel como forma de denúncia às mazelas enfrentadas pelo povo nordestino, conhecer famosos cordelistas brasileiros, compreender o conceito de variação linguística para refletir sobre o preconceito linguístico, estimular a escrita autoral e a reescrita de cordéis e produzir xilogravuras.

“A metodologia escolhida para dar suporte ao trabalho está fundamentada na oralidade cultural e na pesquisa que envolve algumas particularidades do gênero, bastante comum na região Nordeste. Nesta aula, os alunos produziram xilogravuras em sabonetes e/ou em isopor (embalagem reutilizada) para recriar essa técnica e para  ilustrar poema”, explicou a professora Simoni.        

Texto: Moira Paula

Fotografia: Divulgação

Assessoria de Comunicação Salesiana

2020-06-26T16:00:13-03:00 26 junho, 2020|Colégio|